Leilão de subsídio ao produtor de trigo negocia 87,5% da oferta

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou nesta terça-feira (18) mais duas operações de apoio ao escoamento de trigo. O governo federal ofereceu Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) para comercialização de 30 mil toneladas de trigo e Prêmio para o Escoamento de produto (PEP) para outras 30 mil toneladas do cereal.

Nas operações de hoje só houve interessados no Pepro (subsídio pago ao produtor ou cooperativa após comprovar a venda do cereal pelo preço mínimo de garantia), que negociou 26,3 mil t do produto, equivalentes a 87,5% do total ofertado. O valor do desembolso pelo governo ficou em R$ 4,591 milhões. “Ambas as operações previam escoamento de trigo para qualquer localidade, exceto para os estados que compõem as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país”, explica a Conab.

Nos leilões realizados até agora o governo já apoio o escoamento de 943,3 mil toneladas de trigo, que correspondem a 14% da safra recorde do cereal estimada em 6,726 milhões de toneladas. Vale lembrar que no ano passado o Brasil importou 6,866 milhões de toneladas de trigo, o terceiro maior volume já registrado na série histórica da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), iniciada em 1977. Os gastos somaram US$ 1,335 bilhão.

Os desembolsos do governo federal com as subvenções, sem contar o leilão desta quarta-feira, somaram R$ 174,6 milhões, sendo R$ 151,3 milhões de Pepro e R$ 23,2 milhões de PEP.

Fonte: Globo Rural

Deixe um Comentário