Alta de matérias-primas já beneficia economia

A alta significativa dos preços de commodities nos últimos meses tem produzido efeitos importantes sobre a economia brasileira, refletindo-se especialmente no aumento do saldo comercial e na valorização do câmbio, além de engordar a arrecadação. As vendas externas de minério de ferro e petróleo cresceram com força nos dois primeiros meses do ano e o dólar tem sido negociado na casa de R$ 3,10. A receita de janeiro, por sua vez, teve o impacto favorável do aumento dos royalties do petróleo.

Leia mais

USDA prevê produção recorde de 45 milhões de toneladas de carne

Os pecuaristas dos Estados Unidos esperam alavancar o setor diante dos baixos preços da ração animal, com um crescimento da produção de carne bovina, suína e de perus. Com isso, o país deve alcançar um recorde de 45 milhões de toneladas de proteína animal produzidas em 2017, projetou na quinta-feira (23/2), o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Leia mais

Santander prevê de 8 a 10 agências voltadas ao agronegócio até junho

O Santander pretende abrir de oito a dez agências voltadas ao agronegócio na primeira metade deste ano, reiterou o presidente do banco, Sergio Rial, em apresentação a analistas na da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec). “Chegamos a R$ 9 bilhões na carteira de crédito do agronegócio e vamos interiorizar o Santander”, afirmou o executivo.

Leia mais

Temer: participação agrícola no mercado mundial deverá aumentar acima da meta

O presidente Michel Temer manifestou-se hoje (20) otimista com o impulso que o setor agrícola do país poderá dar para a retomada do crescimento econômico, a partir de medidas de incentivo como o processo de desburocratização. Ele acredita que a participação dos negócios no mercado mundial deverá aumentar acima da meta, que é a de passar de 7% para 10% em cinco anos. O presidente participou da cerimônia de lançamento do Plano Agro+SP, no World Trade Center, na zona sul da capital.

Leia mais