Cooperação com a Embrapa vai capacitar técnicos da produção familiar

Mais uma importante parceria no setor da produção familiar no estado começa a ser construída por meio de um termo de cooperação entre o governo do Acre e a Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa).
A colaboração entre as instituições prevê que os profissionais da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e da Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) conheçam as tecnologias que estão sendo desenvolvidas pela Embrapa, sejam capacitados e possam aplicar esses conhecimentos no campo.

O objetivo do termo de cooperação técnica é fazer com que o conhecimento gerado a partir dos estudos realizados pelos pesquisadores da Embrapa cheguem aos produtores rurais e os beneficiem com o aumento da produtividade, combate às pragas e doenças que afetam as plantações e o crescimento da produção familiar no Acre.

“Em uma parceria como essa, ganha todo mundo – a Emater, por qualificar seus técnicos, a Seaprof, porque qualifica suas políticas públicas, e a Embrapa, por poder transferir sua tecnologia de forma ampliada. Nossa preocupação nos últimos anos é que as nossas tecnologias se tornem efetivamente políticas públicas”, destaca Eufran Amaral, chefe-geral da Embrapa no Acre.

Para que a parceria se concretize, a intenção é que nos próximos dias as duas instituições assinem um termo de cooperação.

“Vamos formalizar essa parceria voltada à capacitação dos nossos técnicos para que tenhamos condições de proporcionar uma assistência técnica ainda mais qualificada aos nossos produtores rurais, proporcionando o aumento da produção e da renda dessas famílias”, afirma Thaumaturgo Neto, gestor da Seaprof.

 

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Deixe um Comentário