Prefeitura distribui mais de 100 mil preservativos em bandas carnavalescas

Agentes da rede municipal de Saúde distribuíram 112 mil preservativos durante as apresentações das cinco principais bandas de carnaval na zonal Sul de Manaus, no último final de semana (18 e 19/2). O trabalho foi executado por 60 profissionais do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul), que atuaram nas bandas da Bica, Boulevard, Difusora, Bhaixa da Égua e Jaraqui, promovendo ações de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

A ação integra o conjunto de medidas determinadas pelo prefeito Arthur Virgílio Neto para os eventos carnavalescos deste ano. “Estamos otimizando o trabalho das secretarias municipais para garantir mais organização e mais informação sobre segurança e prevenção à saúde durante todo o período de carnaval”. Arthur destaca que o papel da Prefeitura tem sido o de orientar e alertar sobre a importância de se evitar excessos, visando à redução de acidentes, violências e outros riscos com impacto direto na vida das pessoas e na saúde pública.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que um dos focos das ações no período de carnaval é a prevenção à sífilis, às hepatites B e C e ao HIV, doenças que, de forma mais frequente, são transmitidas através de relações sexuais sem o uso de preservativo com uma pessoa que esteja infectada.

“O uso do preservativo em todas as relações sexuais é o método mais eficaz para combater a transmissão das ISTs, além de evitar a gravidez indesejada”, afirma Homero.

Até o final do período carnavalesco, a Prefeitura ade Manaus irá reforçar as ações para a prevenção e detecção precoce das ISTs, atuando em um total de 45 eventos de carnaval, entre bandas, blocos, desfiles e o Carnaboi, onde serão distribuídos mais de 500 mil preservativos masculinos. O trabalho de prevenção envolve aproximadamente 400 pessoas, entre profissionais dos Distritos de Saúde Sul, Norte, Leste, Oeste e Rural, além de membros de organizações que militam na luta contra o HIV/Aids no Amazonas.

A chefe do Núcleo de Controle das IST/AIDS e Hepatites Virais da Semsa, assistente social Giane Duarte de Sena, lembra que as ações são reforçadas na época do carnaval, mas que as Unidades de Saúde executam durante todo o ano estratégias de prevenção e detecção precoce das ISTs.

“Os preservativos estão disponíveis gratuitamente durante todo o ano em unidades de Saúde localizadas nas zonas Sul, Norte, Leste, Oeste e Rural, com ações de educação em saúde e oferta de testes rápidos para HIV, sífilis e hepatites B e C”, lembra Giane Sena.

Fonte: Semmas/PMM

Deixe um Comentário