Prazo para consulta sobre o Plano Nacional de IoT termina na segunda

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) recebe até a segunda-feira (6) contribuições à consulta pública sobre o Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT). As sugestões podem ser feitas por meio da plataforma Participa.br, disponível aqui.

A consulta-pública busca identificar tópicos-chave para a viabilização de IoT no Brasil. Dividido em vários itens, o documento objetiva obter a opinião dos diversos agentes envolvidos para construir um diagnóstico sobre os desafios e oportunidades para o setor. Os resultados serão disponibilizados de maneira consolidada e discutidos pela Câmara IoT, criada pelo governo brasileiro em 2014.

Além da consulta pública, o MCTIC e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) realizam um estudo técnico que vai diagnosticar o cenário nacional e propor políticas públicas em Internet das Coisas, estimulando a cooperação e a articulação entre empresas, poder público, universidades e centros de pesquisa.

Lançamento

De acordo com o secretário de Políticas de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão, o Plano Nacional de IoT será apresentado durante o GSMA Mobile World Congress, que vai ocorrer de 27 a 1º de março, em Barcelona (Espanha). O documento vai prever ações para desenvolver tecnologias de IoT no Brasil até 2022. Segundo Martinhão, “a Internet das Coisas poderá modificar a nossa indústria, a prestação de serviços e o desenvolvimento do setor de tecnologias da informação e comunicação [TICs].”

O que é

A Internet das Coisas consiste na rede de todos os objetos que se comunicam e interagem de forma autônoma, via internet. Isso permite o monitoramento e gerenciamento desses dispositivos via software para aumentar a eficiência de sistemas e processos, habilitar novos serviços e melhorar a qualidade de vida das pessoas. As aplicações são diversas e incluem desde o monitoramento de saúde, o controle de automação industrial e o uso de dispositivos pessoais conectados.

A IoT tem o potencial de mudar profundamente a forma como interagimos com o ambiente. Estima-se que já existam mais de 15 bilhões de dispositivos conectados em todo o mundo, incluindo smartphones e computadores. A previsão é que, em 2025, será atingida a marca de 35 bilhões de dispositivos. Isso representa cinco vezes a atual população mundial.

Fonte: MCTI

Deixe um Comentário