Carnaval é oportunidade para pequenos negócios

As mais de meio milhão de micro e pequenas empresas que atuam com hospedagem, transporte e alimentação devem ficar atentas e se preparar para atrair os turistas que passarão o Carnaval nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e Bahia. Os dias de festas finalizam a temporada de férias e são uma ótima oportunidade para aumentar o faturamento.

De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Agentes de Viagem (Abav), apenas a cidade do Rio de Janeiro deverá receber nesse período 1,1 milhão de turistas que irão gastar cerca de R$ 3 bilhões com alimentação, transporte e hospedagem. “Mais de 90% das empresas de turismo do país são micro e pequenas empresas. Com planejamento e inovação, os pequenos negócios de turismo podem conquistar novos clientes e promover o aquecimento da economia local neste período”, afirma o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para atrair os foliões, os donos de micro e pequenas empresas devem inovar e estar atentos para descobrir novas possibilidades de atrair os turistas. Criar produtos e serviços que atendam às necessidades desse público pode ser a chave para o sucesso. “Oferecer um cardápio especial, um serviço de transporte diferenciado ou um mimo aos hóspedes, como uma máscara de fantasia ou um guia para os blocos de rua da cidade, podem ser um chamariz para os clientes”, ressalta Afif.

Uma outra dica importante é se relacionar com o público. “Isso é essencial para prestar um bom atendimento. É importante ter afinidade com o negócio, conhecimento do ramo e estar disposto a trabalhar bastante”, orienta Afif. O Sebrae disponibilizou uma página em seu portal com dicas para o Carnaval.

Dicas

1) O time tem que estar treinado, motivado e com foco em solução. Quando o cliente chegar, ele tem que suprir sua demanda para que saia dali com um saldo positivo de benefício e experiência.

2)  Ofereça produtos e serviços que tragam uma experiência positiva, e avalie possíveis estratégias para agregar valor ao seu negócio e promover momentos ainda melhores para os seus clientes.

3)  O empresário deve considerar a situação macroeconômica do país e avaliar possíveis promoções, por exemplo, oferecendo um preço diferenciado para fechar com grupos maiores.

4)  Pense em kits para vendas adicionais. Por exemplo: se você oferece serviços de hospedagem, também pode vender passeios, traslados, ingressos e fazer parcerias com lojas de fantasias.

5)  Por fim, seu estabelecimento tem que estar ornado, enfeitado, tem que, de fato, trazer uma experiência interessante para o seu cliente, para que você tente fidelizar esse cliente e que ele retorne depois desse período carnavalesco.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Deixe um Comentário