Ações de promoção e qualificação são destaque em Feira Internacional de Turismo do Pantanal

A 2ª edição da FIT Pantanal, que reuniu em Cuiabá, no último final de semana, os principais destinos turísticos mato-grossenses para discutir e promover a sustentabilidade da atividade econômica, também contou com a participação do Ministério do Turismo. A secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezerra, representou a Pasta no evento.

Na ocasião, a secretária detalhou uma série de medidas anunciadas recentemente pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, para alavancar a atividade, o ambiente de negócios e o fluxo turístico doméstico e internacional. O plano foi concebido a partir das demandas do setor. A qualificação profissional e a promoção dos destinos estão entre as áreas que serão mais impactadas.

Teté Bezerra ressaltou a preocupação do Ministério do Turismo com a formação continuada dos profissionais do setor. “Quem trabalha e atua no setor sabe bem que, com pessoal treinado o turista fica satisfeito, o turismo ganha qualidade e o país avança em competitividade na relação com outros destinos do mundo”, destacou.

Uma das iniciativas promovidas pelo Ministério do Turismo é a plataforma Brasil Braços Abertos que vai oferecer vagas ilimitadas para cursos online voltados para o atendimento ao turista e temas como sustentabilidade, educação ambiental, turismo acessível e línguas, entre outros. Já o novo ensino médio vai destinar 10 mil vagas para sete cursos de turismo, hospitalidade e lazer.

Em Mato Grosso, por exemplo, o MedioTec disponibilizará 825 vagas em 21 municípios com cursos presenciais, além do Pronatec Turismo com os cursos presenciais e à distância. Somente no Mato Grosso são mais de 800 vagas para jovens que queiram ingressar no mercado do turismo.

Promoção

Já as próximas ações internas de promoção do turismo estão voltadas para o Brasil Junino, com ênfase no Nordeste. No exterior, a promoção dos festejos juninos é feita simultaneamente pela Embratur. Estão previstas ainda, a promoção da Amazônia Legal e do Sul do Brasil que deverão seguir a mesma estratégia. O calendário de eventos turísticos, como mais de 1.600 eventos já cadastrados, também está entre as medidas de divulgação do turismo interno.

Fonte: Agência de Notícias do Turismo

Deixe um Comentário